Novo parque estadual é aberto na Chapada dos Veadeiros

Notícia boa para quem mora perto ou para quem já se sente confortável em pegar a estrada e conhecer alguns dos destinos irados que o nosso Brasilzão tem: a Chapada dos Veadeiros, em Goiás, ganhou um novo parque estadual! Parece que no meio de tantas notícias ruins sobre o meio ambiente, ainda é possível ter boas também – afinal, Deus é bom, o homem que não é muito, né não?

O Parque Estadual Águas do Paraíso já é considerado a primeira unidade de conservação do Brasil a ter gestão compartilhada, estando sobre os cuidados da prefeitura de Alto Paraíso e o governo de Goiás. O novo atrativo conta com cerca de 5 mil hectares, e está localizado na região das Cataratas do Rio dos Couros, em uma área que fica dentro do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, no nordeste do estado.

Segundo nota do governo goiano, a criação desta unidade de conservação pretende promover a recuperação de áreas degradadas e controla o uso público da região, que tem sofrido com ameaças diversas, como a compactação do solo e queimadas. Com a oficialização do parque, espera-se que pesquisas científicas, educação ambiental e atividades de ecoturismo comecem a surgir com mais destaque e frequência na região – e pode se espalhar pelo Brasil todo que a gente não vai achar nada ruim também.

A Catarata dos Couros, principal atração do local, a 52 km de Alto Paraíso, tem impressionantes quedas d’água que chegam a 100 metros de altura e formam diversos poços naturais para banhos. Em 2019, o destino ganhou algumas opções de trilhas da Chapada, como a da Catarata com vista pela frente, do Carrossel e a do Morro da Baleia. Ou seja: vai preparadx que o bagulho é louco e tem muito o que fazer por lá durante o dia.

Sem placas indicativas, a aventura é recomendada para quem tá disposto a caminhar por áreas de pedras e próximo de precipícios. A gente recomenda FORTEMENTE que o passeio seja acompanhado por um guia, assim, você curte o rolê sem se preocupar demais em não se perder ou com o tempo de parada em cada pico – além de ser mais seguro e interessante, já que a pessoa é um(a) profissional preparadíssimx para somar.

A entrada no parque é gratuita e a taxa de estacionamento é de R$ 20 por veículo. Para quem quiser ir até lá, vale também uma volta pelo Parque Nacional, que está sendo reaberto gradualmente ao público desde o fim do mês passado. E é aquele velho papo das plaquinhas de conselhos que quase ninguém lê: na natureza nada se deixa, a não ser pegadas, e nada se leva, a não ser fotografias. Leva saquinho de lixo para a sua sujeira e não tire nada do seu habitat natural, demoro? Aventureiro responsa vale por dois. #IntoTheIndoors

×

Olá

Clique no nome do atendente para tirar suas dúvidas ou envie um email para:  [email protected]

×