Reabertura de Parques Nacionais: quais cuidados devem ser tomados

Há quem não goste muito da ideia e há quem já esteja soltando fogos de alegria, mas o fato é: o Brasil está reabrindo, de forma gradual, alguns dos seus inúmeros Parques Nacionais em diversos estados. Na lista, temos unidades de São Paulo, Rio Grande do Sul, Brasília, Fernando de Noronha e Paraná, por exemplo, que começam a dar os primeiros passos para retomar as atividades de turismo local depois de quatro meses fechados devido à pandemia do coronavírus.

Com o decreto do ICMBio, novas medidas de restrições estão sendo impostas para proteger os visitantes e reduzir o risco de exposição e contágio ao COVID-19, é claro. Mas, ainda dá para fazer mais e tomar alguns cuidados extras, de forma que você proteja um pouco mais a si mesmo e ao próximo, né? Por isso, separamos algumas dicas para você voltar aos poucos para a natureza, mas sempre com responsabilidade e atenção.

Cuidados durante a visita

  1. As atividades que promovem aglomeração, como eventos e esportes coletivos, seguem suspensas em todos os parques, então, NÃO REÚNA UM GRUPO PARA FAZER ISSO. Não marque um treinão independente com os amigos, não faça uma corrida em grupo, não retome as aulas de dança com um professor particular em pleno parque. Evite aglomerações onde quer que vá.

    2. Lave as mãos e use álcool em gel 70% antes e depois de utilizar os banheiros compartilhados. Lembre-se que a higienização correta pode evitar a propagação do vírus, então deve ser feita ANTES de tocar em algo que outra pessoa também vai tocar depois de você.

    3. Respeite o distanciamento social. A gente sabe que pode acontecer de você encontrar uma pessoa conhecida durante uma caminhada, e a vontade de abraçar depois de tanto tempo é grande. Mas, todos estamos submetidos à mesma regra, portanto, não se veja como uma exceção. Mantenha a distância de T O D O S, inclusive dos funcionários que estão expostos para tornar possível a volta do funcionamento do parque.

    4. Não utilize os parquinhos infantis. Ainda não sabemos se todas as unidades que serão reabertas em SP, por exemplo, permitirão o uso do local, mas, a gente pede com carinho: tente entreter seus pequenos de outra forma, sem deixá-los expostos, e expor outros, à disseminação do vírus

 

  1. Leve sua própria garrafinha de água (um estoque delas, se necessário), e evite o uso do bebedouro público.

    6. Não fique sem máscara nem por um minuto! Aqui, o apelo é forte. O uso de máscaras em tempo integral é essencial para evitar o contágio e proteger a sua saúde e a do próximo. Não a retire nem para fazer exercícios – caso você não consiga devido a dificuldade para respirar, então evite praticar qualquer tipo de atividade que requer esforço nos parques nacionais.

 

  1. Embora os parques disponibilizem álcool em gel 70%, leve o seu próprio para higienizar as mãos frequentemente e com maior facilidade. Use e abuse do álcool! Cuidado nunca é demais.

    Se cada um fizer sua parte nesta retomada inicial das atividades outdoor, conseguiremos voltar mais rápido do que pensamos a fazer o que mais amamos: viver a vida lá fora. A gente reforça o pedido: seja responsável e cauteloso. Isso também vai passar. #IntoTheOutdoors (saudade de usar essa tag, né, meus filhos?).

    Fonte: http://www.turismo.gov.br

×

Olá

Clique no nome do atendente para tirar suas dúvidas ou envie um email para:  [email protected]

×